Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Justiça dá 72 horas para Bolsonaro explicar troca na PF no Rio

Jair Bolsonaro sanciona pacote anticrime com 25 vetos
COMPARTILHE

Juiz usou denúncia de Moro para exigir explicações de Bolsonaro sobre troca na PF do Rio.

O presidente da República, Jair Bolsonaro, recebeu um prazo de 72 horas, a contar da notificação, para justificar a troca feita na chefia da Superintendência da Polícia Federal (PF) do Rio de Janeiro

A decisão é da Justiça Federal do Distrito Federal (SJDF) e foi publicada na última terça-feira (5).

Assinada pelo juiz Francisco Ribeiro da 8ª Vara Cível Federal da SJDF, a deliberação atende a uma ação popular protocolada por Rubens Nunes, coordenador do Movimento Brasil Livre (MBL).

O novo diretor-geral da PF, Rolando de Souza, escolheu o delegado Tácio Muzzi para substituir Carlos Henrique Oliveira do comando da superintendência da PF no RJ.

Oliveira foi promovido para o cargo de diretor-executivo da PF. Já a nomeação de Muzzi foi aprovada por delegados da corporação e investigados da Lava Jato no Rio.

O magistrado disse ao site Congresso em Foco que a ação foi motivada diante das acusações feitas pelo ex-ministro Sérgio Moro de que Bolsonaro tinha o intuito de interferir nos trabalhos da PF, trocando, por exemplo, o comando da superintendência no Rio.

PUBLICIDADE

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Comentários_

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião da RenovaMídia.

Ao comentar você concorda com nossos termos de uso e política de privacidade.

Assinar
Notificar quando
guest
0 Comentários
Feedbacks em linha
Ver todos os comentários