Justiça da França liberta cúmplice do autor de atentados em Paris

A justiça da França decretou liberdade condicional para meliante que ajudou na fuga de Salah Abdeslam, jihadista envolvido nos atentados de Paris, que mataram 130 pessoas em 2015.

As informações são da Procuradoria Federal de Bélgica e da Promotoria de Paris.

O francês Ali Oulkadi, em prisão preventiva na França, ajudou brevemente Abdeslam em seu retorno a Bruxelas em 14 de novembro, um dia depois dos atentados que mataram 130 pessoas.

Os investigadores consideram que o cúmplice não poderia ignorar a preparação dos atentados, pois seu DNA foi encontrado em um dos apartamentos utilizados pela célula para elaborar os cinturões explosivos.

A justiça da França autorizou assim Oulkadi a retornar à capital belga, onde morava antes de sua detenção no fim de 2015, mas submetido a medidas de controle judicial.

 

Com informações de BOL
Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia