Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Justiça de São Paulo suspende volta às aulas presenciais

Justiça de São Paulo suspende volta às aulas presenciais
Foto: Marco Ambrosio/Estadão Conteúdo
COMPARTILHE

Juíza afirmou que o retorno às aulas em São Paulo é “arriscar a vida".

Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP) suspendeu, em decisão provisória, o retorno das aulas presenciais em escolas públicas e privadas do Estado. 

A justificativa foi a situação da pandemia de coronavírus, de acordo com despacho dado nesta quinta-feira (28). 

A juíza Simone Gomes Rodrigues Casoretti, da 9ª Vara da Fazenda Pública, entendeu que a retomada das aulas poderia gerar um aumento do número de contaminados e mortos pela covid-19

A magistrada afirmou que o retorno às aulas é “arriscar a vida”, pois a transmissão do vírus seria intensa nas escolas e não há, por enquanto, vacinação dos profissionais da educação. 

PUBLICIDADE

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Comentários_

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião da RenovaMídia.

Ao comentar você concorda com nossos termos de uso e política de privacidade.

Assinar
Notificar quando
guest
5 Comentários
Feedbacks em linha
Ver todos os comentários
Valdir
Valdir
1 mês atrás

Isso mesmo, juízes totalmente despreparados e com decisões totalmente sem fundamento crível. Porque nenhum juiz proibiu a presença de torcedores na final entre palmeiras e santos? Porque isso já virou uma palhaçada generalizada! Nosso país está aos poucos e gradativamente se tornando uma venezuela, o vírus caiu como uma luva nos intentos dessa cambada de parasitas. Não é a toa que estão totalmente desesperados para derrubar o presidente.

Maria
Maria
1 mês atrás

Convenhamos, isso não passa de jogada entre o PSDB e a justiça paulista.

Cecília Barbosa Maciel
Cecília Barbosa Maciel
1 mês atrás

Criatura desprezível é esta juíza , quer vê as crianças na ignorância. Se ela que estudou tem está mente retrogada, imagina quem vai ficam em casa sem a mínima chance de socializar desenvolver sua mente . Não é só ir para escola aprender as matérias básicas , o convívio com os colegas também desenvolve a mente das crianças . Temos um judiciário no Brasil de merda , gente sem condições de representa a justiça , pois fazem o jogo sujo dos parasitas da sociedade , que são estes professores que querem continuar curtindo a vida sem trabalhar, pois seu dinheiro é certo e os outros que não são efetivados querem que se danem .
Gente canalha e vagabunda , monte de imbecis inúteis.

Valdir
Valdir
Responder  Cecília Barbosa Maciel
1 mês atrás

Os pais também tem sua parcela de culpa, não vejo nenhum deles por aí reclamando, muito pelo contrário, já vi alguns questionando sobre o porque de comprar materiais escolares se as aulas nem vão voltar tão cedo. Já virou normal. Daqui a pouco irão protestar porque não tem mais esmolinha mensal pra comprar cerveja e fazer churrasco.

Última edição 1 mês atrás por Valdir
Christmann Hilleshein Cardoso
Christmann Hilleshein Cardoso
1 mês atrás

Judiciário interferindo no executivo, que novidade?