Português   English   Español

Justiça denuncia Atlético-PR por gesto em apoio a Bolsonaro

Justiça denuncia Atlético-PR por gesto em apoio a Bolsonaro

Irregularidade apontada na denúncia do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) diz respeito ao fato de o Atlético não ter recebido aval da CBF para executar a ação antes do jogo, e não pelo apoio a Bolsonaro.

STJD denunciou o Atlético-PR pela ação com camisas amarelas antes da partida contra o América-MG, dia 6 de outubro, pela 28.ª rodada do Brasileirão.

A punição, que poderia resultar até em perda de pontos na disputa, aponta – em caso de condenação – a aplicação de multa ao Furacão.

A camisa continha ainda a frase “Vamos todos juntos por amor ao Brasil”. O slogan tem sido usado por apoiadores de Jair Bolsonaro (PSL), candidato à presidência.

Antes da partida, o presidente do Atlético, Mario Celso Petraglia, declarou apoio pessoal ao candidato nas redes sociais. Repetiu a dose neste fim de semana.

A ação com as camisas amarelas aconteceu um dia antes da votação do primeiro turno das eleições 2018. Além da camiseta utilizada somente nesta oportunidade, a diretoria do clube alterou uma faixa fixa da Baixada, trocando a palavra “Furacão” por “Brasil”.

A irregularidade apontada na denúncia do STJD diz respeito ao fato de o Atlético não ter recebido autorização da CBF para executar a ação antes do jogo – sem menção ao ato político. O regulamento da Série A diz que toda manifestação no gramado deve pedir autorização da CBF com 48 horas de antecedência.

 

Adaptado da fonte Gazeta do Povo

Deixe seu comentário

Veja também...

Newsletter Renova!

Preencha o formulário para assinar nossa newsletter.

Nome Email
newsletter