Português   English   Español
Português   English   Español

Justiça do Peru decreta prisão de Keiko Fujimori por caso Odebrecht

Justiça do Peru decreta prisão de Keiko Fujimori por caso Odebrecht
Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia.

Keiko Fujimori é acusada de comandar um esquema de lavagem de dinheiro com recursos ilícitos recebidos da empreiteira brasileira Odebrecht. Juiz ordena prisão preventiva de 36 meses. Ela nega as acusações.

A Justiça do Peru decretou nesta quarta-feira (31) a prisão preventiva, por três anos, da líder opositora Keiko Fujimori, filha do ex-presidente Alberto Fujimori.

Ela é acusada de liderar um esquema de corrupção do partido Força Popular com a empreiteira brasileira Odebrecht.

O juiz Richard Concepción Carhuancho afirmou que há “elementos suficientes” para indicar que ela comandou uma organização criminosa dentro do partido para lavar o dinheiro ilegal recebido da construtora, que financiou a campanha de Fujimori à presidência do Peru em 2011.

“[Keiko] era a maquinista, autora de uma estrutura de poder para que outros cometessem os delitos. Ou seja, era a mulher que comandava este aparato”, afirmou o magistrado.

Carhuancho ordenou que a líder opositora fique em regime de prisão preventiva por 36 meses enquanto as acusações contra ela são investigadas.

O magistrado justificou que há risco de fuga, já que Fujimori tem cidadanias americana e japonesa, bem como de obstrução de provas e de testemunhas por parte da acusada.

 

Adaptado da fonte DW

Compartilhe...

Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on telegram
Share on reddit
Share on linkedin
Share on email

Deixe seu comentário...

A RENOVA Mídia não se responsabiliza pelo conteúdo, opiniões e comentários dos visitantes do site. NÃO publique ofensas, discordar não é ofender. Caso encontre algum material com ofensas, denuncie. Lembre-se que ao comentar em nosso portal você concorda com estes Termos de Uso.

Veja também...

Curta a RENOVA!