Português   English   Español
Português   English   Español

Justiça do Rio de Janeiro quebra sigilo do presidente da Alerj

Justiça do Rio de Janeiro quebra sigilo do presidente da Alerj
Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia.

O pedido da quebra de sigilo bancário havia sido feito pelo Ministério Público do Estado do Rio (MP-RJ).

A Justiça do Rio de Janeiro determinou a quebra do sigilo bancário e fiscal do presidente da Assembleia Legislativa do Rio (Alerj), o deputado estadual André Ceciliano (PT).

Ceciliano é investigado por movimentação financeira suspeita, a partir da Operação Furna da Onça, promovida em novembro de 2018 pela Lava Jato no Rio.

Segundo um relatório do Conselho de Controle de Atividades Financeiras (COAF) anexado à investigação pelo MP-RJ, três servidores ligados a Ceciliano movimentaram R$ 45 milhões no período de janeiro de 2016 a janeiro de 2017.

No fim de janeiro, Ceciliano exonerou sua assessora Elisângela Barbiere, uma das pessoas citadas no documento. Ela recebia R$ 7,7 mil por mês, mas movimentou R$ 26,5 milhões em um período de seis anos, como noticiou a RENOVA.

Em nota, segundo o Estadão, o deputado afirmou que recebeu a notícia com tranquilidade e, inclusive, já havia oferecido ao MP-RJ a quebra de seus sigilos bancário, fiscal e telefônico.

Compartilhe...

Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on telegram
Share on reddit
Share on linkedin
Share on email

Deixe seu comentário...

A RENOVA Mídia não se responsabiliza pelo conteúdo, opiniões e comentários dos visitantes do site. NÃO publique ofensas, discordar não é ofender. Caso encontre algum material com ofensas, denuncie. Lembre-se que ao comentar em nosso portal você concorda com estes Termos de Uso.

Veja também...

Curta a RENOVA!