Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Justiça do Rio mantém quebra de sigilos de Flávio Bolsonaro

Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia
A "caça às bruxas" do MP contra Flávio Bolsonaro

Com a retomada do julgamento nesta terça, desembargadores votaram para manter a quebra do sigilo fiscal e bancário do senador.

A 3ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro (TJ-RJ) julgou, nesta terça-feira (4), o habeas corpus da defesa do senador Flávio Bolsonaro e manteve a quebra de sigilo fiscal e bancário. 

O relator, desembargador Antônio Amado, foi vencido pelas outras duas desembargadoras, Monica Toledo Oliveira e Suimei Meira Cavalieri. O placar final foi 2 a 1, informa O Globo.

Amado votou na última semana para anular a decisão do juiz da 27ª Vara Criminal, Flávio Itabaiana, que há um ano determinou quebras dos sigilos bancários de Flávio Bolsonaro e de outras 95 pessoas e empresas. 

O parlamentar é investigado pelo Ministério Público do Rio pela prática de “rachadinha”, como é conhecida a devolução de parte dos salários de funcionários.

Nesta segunda-feira (3), como noticiou a RENOVA, a Polícia Federal (PF) disse não ter encontrado indícios de que o filho do presidente da República, Jair Bolsonaro, tenha cometido os crimes de lavagem de dinheiro e de falsidade ideológica.

O posicionamento da PF aconteceu no inquérito eleitoral que mira tanto as negociações de imóveis feitas por Flávio como a sua declaração de bens na eleição de 2018.

Compartilhe

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email