Português   English   Español

Justiça dos EUA avalia se Marin deve restituir Fifa e Conmebol

A Justiça americana tomará uma decisão até terça-feira (20) sobre os valores que o ex-presidente da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), José Maria Marin, terá de devolver aos cofres da Fifa e da Conmebol.

O brasileiro já foi condenado e sentenciado a quatro anos de prisão nos Estados Unidos, mas as entidades esportivas agora querem recuperar o dinheiro que ele causou como dano.

Numa audiência realizada ainda em outubro, a juíza do caso, Pamela Chan, sugeriu que dificilmente as entidades conseguirão ser atendidas na totalidade de sua queixa.

Apenas a Conmebol estima que deveria receber de volta US$ 93,7 milhões dos dirigentes condenados, contra mais de US$ 28 milhões por parte da Fifa.

Já os procuradores americanos estimaram que José Maria Marin e o ex-presidente da Conmebol, Juan Angel Napout, deveriam restituir US$ 55 milhões diante dos danos e prejuízos causados por conta da cobrança de propinas que eles exigiram.

 

Adaptado da fonte Estadão

Deixe seu comentário...

Veja também...

Newsletter Renova!

Preencha o formulário para assinar nossa newsletter.

Nome Email
newsletter