Português   English   Español

Justiça manda deputada do PSL apagar posts das redes sociais

Justiça manda deputada do PSL apagar posts das redes sociais

Em caso de descumprimento, a política do PSL será multada em mil reais por dia.

As informações são Rádio Band News FM.

A Justiça de Santa Catarina ordenou que a deputada estadual eleita Ana Caroline Campagnolo (PSL-SC) retire das redes sociais os posts em que estimulava estudantes a gravar professores doutrinadores nas salas de aula.

A deputada eleita alertava que muitos professores iriam fazer “queixas político-partidárias em virtude da vitória do presidente [Jair] Bolsonaro”, conforme noticiou a Renova Mídia.

Campagnolo declarou:

Muitos professores doutrinadores estarão inconformados e revoltados. Muitos não conseguirão disfarçar sua ira e farão da sala de aula uma audiência cativa para suas queixas político-partidárias em virtude da vitória do Presidente Bolsonaro.

Segundo a decisão do Ministério Público, o ato de Campagnolo viola a liberdade de expressão da atividade intelectual.

Se as publicações não forem apagadas, a deputada eleita do PSL terá que arcar com uma multa de mil reais por dia.

 

Deixe seu comentário

Veja também...