Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Justiça quebra sigilo do escritório do ex-ministro Thomaz Bastos

Justiça quebra sigilo do escritório do ex-ministro Thomaz Bastos
COMPARTILHE

Thomaz Bastos, nome do alto escalão do governo petista, morreu em 20 de novembro de 2014.

A Justiça Federal em São Paulo decretou a quebra do sigilo bancário e fiscal do antigo escritório de advocacia de Márcio Thomaz Bastos, ex-ministro da Justiça do governo Lula da Silva (PT). 

A devassa nos dados do escritório de Thomaz Bastos foi tomada no âmbito da Operação Appius, deflagrada na última quinta-feira, 7 de novembro, pela Polícia Federal (PF).

O período alcançado pelo rastreamento bancário vai de março de 2009 a dezembro de 2011. Os dados fiscais se referem aos exercícios de 2009, 2010, 2011 e 2012.

O alvo maior da Appius é César Asfor Rocha, ex-presidente do Superior Tribunal de Justiça (STJ), que também teve o sigilo quebrado e sofreu buscas em sua residência, em Fortaleza, informa o jornal Estadão.

O advogado José Diogo Bastos Neto, sobrinho de Thomaz Bastos, disse que a medida é “um grande absurdo”.

PUBLICIDADE

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Comentários_

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião da RenovaMídia.

Ao comentar você concorda com nossos termos de uso e política de privacidade.

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE