PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

Justiça tranca ação contra Boulos por invasão de triplex no Guarujá

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

A decisão é válida, por enquanto, apenas para Guilerme Boulos.

PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

Guilherme Boulos (PSOL) e mais duas pessoas foram acusadas de invadir o tríplex de Guarujá, interior de São Paulo, cuja propriedade era atribuída pela operação “Lava Jato” ao ex-presidente Lula da Silva (PT).

Lula chegou a ser condenado por causa do imóvel, mas a sentença foi anulada pelo Supremo Tribunal Federal (STF), que considerou que o então juiz Sergio Moro agiu de forma parcial na condução do processo.

Nesta segunda-feira (21), no entanto, segundo o jornal Folha, a Justiça Federal trancou a ação penal.

A decisão é válida, por enquanto, apenas para Boulos.

Os magistrados consideraram que não havia indícios mínimos que justificassem o seguimento do processo contra o psolista.

Em fevereiro, Boulos se tornou réu depois de a 6a Vara Federal de Santos (SP) aceitar a denúncia do Ministério Público Federal contra ele.

A defesa de Boulos, em seguida, entrou com pedido de habeas corpus na 1a Turma Recursal do Tribunal Regional Federal da 3a Região. E, segundo o jornal, obteve vitória.
​”A decisão demonstra a inocência de Guilherme Boulos, que vinha sendo sustentada desde o início“, celebra o advogado Pacheco Martins.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

Encontrou um erro?

Para comunicar um erro de português, de informação ou técnico, preencha o formulário abaixo.