PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

K-pop na Coreia do Norte pode render 15 anos na prisão

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Kim Jong-un proíbe K-pop na Coreia do Norte e o compara a “câncer vicioso”.

PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

O estilo musical K-pop chegou à Coreia do Norte e incomodou o ditador comunista Kim Jong-un, de 37 anos.

Kim comparou a música vinda da Coreia do Sul a um “câncer vicioso“.

O líder norte-coreano disse que o K-pop corrompe “trajes, estilos de cabelo, discursos e comportamentos” dos jovens de seu país. 

O objetivo de Kim Jong-un é eliminar da Coreia do Norte qualquer influência da cultura pop sul-coreana.

Segundo o jornal The New York Times, muitos jovens norte-coreanos conheceram o K-pop através de pen-drives vindos da China.

Em dezembro de 2020, Kim elevou a punição para quem for flagrado consumindo qualquer tipo de entretenimento relacionado a K-pop em locais de trabalho. 

Antes a sentença era de no máximo cinco anos, e agora pode se estender até 15 anos de prisão.

Além da prisão, a nova lei também pode render 2 anos de trabalho forçado para quem falar, escrever ou cantar no “estilo sul-coreano” e até pena de morte para contrabandista. 

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

Encontrou um erro?

Para comunicar um erro de português, de informação ou técnico, preencha o formulário abaixo.