Kim Jong-un convida Donald Trump para encontro

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Chefe da Segurança Nacional da Coreia do Sul informou que o ditador da Coreia do Norte, Kim Jong-un, convidou o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, para um encontro oficial. Trump aceitou.

Donald Trump aceitou um convite histórico da Coreia do Norte para se encontrar com o líder norte-coreano Kim Jong-Un em maio. O chefe da delegação da Coreia do Sul não informou o local da reunião.

A informação foi publicada em primeira mão pela correspondente de segurança nacional da Fox News, Jennifer Griffin, através do Twitter:

De acordo com a jornalista, a Casa Branca vai anunciar o convite nos próximos minutos.

A informação foi confirmada pela CNN e FoxNews, segundo informações do Globo:

O líder supremo da Coreia do Norte, Kim Jong-un, convidou o presidente dos EUA, Donald Trump, para um encontro, segundo as redes CNN e Fox News.

Em visita à Casa Branca, o chefe da delegação sul-coreana que iniciou diálogos com o regime nesta semana tinha um anúncio marcado para 21h. Alardeada por Trump como “um grande pronunciamento”, a declaração veio após um encontro no qual os sul-coreanos, segundo a imprensa, entregaram uma carta do líder supremo endereçada ao chefe de Estado americano.

O chefe do Gabinete de Segurança Nacional da Coreia do Sul, Chung Eui-yong, e o chefe do Serviço de Inteligência Nacional, Suh Hoon, viajaram a Washington, onde explicaram a autoridades dos EUA a posição da Coreia do Norte a favor de conversas futuras com Washington e a possibilidade de Pyongyang suspender testes nucleares caso a segurança do regime seja assegurada.

Chung, que liderou na segunda-feira a delegação sul-coreana para o primeiro encontro com Kim Jong-un, se encontrou com o assessor de Segurança Nacional dos Estados Unidos, H.R. McMaster, na Casa Branca, dando início a uma rodada de discussões com autoridades seniores do governo. Depois, o grupo manteve uma breve conversa com Trump.

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Newsletter

Receba as principais notícias do dia, assine nossa newsletter gratuita.