Português   English   Español

Cristina Kirchner enfrentará julgamento oral por formação de quadrilha

cristina-kirchner

Ex-presidente da Argentina, Cristina Kirchner, é ré em caso que investiga irregularidades na concessão de obras públicas viárias. No total, 13 pessoas enfrentarão julgamento do juiz Julián Ercolini.

A justiça da Argentina decidiu nesta sexta-feira (02) levar a julgamento oral uma causa contra a ex-presidente e atual senadora, Cristina Kirchner, por suposta formação de quadrilha em relação à concessão de obras públicas durante seu governo.

A medida foi adotada pelo juiz Julián Ercolini, responsável pela investigação do caso no qual também estão envolvidos, entre outros, o ex-ministro de Planejamento, Julio de Vido, e o empresário do ramo de construção Lázaro Baez.

O processo averigua supostas irregularidades na adjudicação de obras públicas viárias ao Grupo Austral, propriedade de Báez, na província de Santa Cruz, terra natal do falecido ex-presidente Néstor Kirchner, e reduto político dos Kirchner.

No total, 13 pessoas enfrentarão um julgamento oral por esta causa, entre as quais se destacam, além de Cristina, Báez e De Vido, o ex-secretário de Obras Públicas, José López, e o ex-subsecretário de Coordenação de Obra Pública Federal, Carlos Santiago Kirchner, primo de Néstor.

Segundo indica o juiz em sua decisão, Cristina, em seu caráter de presidente, “teria prejudicado os interesses confiantes ao violar seu dever de administrar e cuidar fielmente dos bens do Estado nacional que estavam sob a órbita da sua responsabilidade“.

 

Com informações de: [Estadão]

Tarciso Morais

Tarciso Morais

Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia

Deixe seu comentário

Veja também...