- PUBLICIDADE -

Laboratório na China volta a negar que deixou escapar coronavírus

Diretor de laboratório em Wuhan nega paternidade do coronavírus

- PUBLICIDADE -

“Sem autorização, nenhum mosquito pode entrar no laboratório”, diz diretor do laboratório.

O Instituto de Virologia de Wuhan, na China, é apontado por especialistas como o possível ponto de partida da pandemia de coronavírus.

Localizado na cidade onde o vírus apareceu no final do ano passado, o laboratório trabalha com cepas de vírus extremamente perigosas, sendo considerado um dos mais importantes do regime comunista.

Nesta quinta-feira (8), o laboratório voltou a defender suas medidas de segurança em reportagem exibida pela televisão estatal chinesa.

O diretor do Laboratório Nacional de Biossegurança, Yuan Zhiming, rebateu as acusações:

“Sem autorização, nenhum mosquito pode entrar no laboratório. Nenhum dos nossos técnicos de laboratório pode tirar nem uma gota de água, ou um pedaço de papel.”

E, segundo a agência France-Presse, acrescentou:

“As pessoas que imaginam que poderíamos tirar animais do laboratório para vendê-los, ou que poderiam ter escapado, não têm ideia do nosso funcionamento.”

PUBLICIDADE

- PUBLICIDADE -

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit

- PUBLICIDADE -

- PUBLICIDADE -

- PUBLICIDADE -