Laptop do filho de Biden está na mira do FBI desde 2019

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

E-mails revelados recentemente apontam para um suposto caso de corrupção na família Biden.

O laptop e um disco rígido supostamente pertencentes ao empresário Hunter Biden, filho do ex-vice-presidente e atual candidato democrata à Presidência, Joe Biden, estavam na mira do FBI desde 2019, em conexão com uma investigação sobre lavagem de dinheiro.

A informação foi revelada em documentos obtidos pela emissora Fox News e verificada por vários policiais federais que os revisaram.

“Não está claro, neste momento, se a investigação está em andamento ou se estava diretamente relacionada a Hunter Biden”, afirma a Fox News.

Um dos documentos foi designado como um formulário de “Recibo de Propriedade” do FBI, que detalha as interações da agência com John Paul Mac Isaac, o proprietário da “The Mac Shop”, que relatou o conteúdo do laptop às autoridades.

Imagem: Divulgação/FoxNews

“Havia evidências suficientes para acreditar que houve conduta criminosa”, disse um funcionário do governo à Fox News.

O FBI se recusou a confirmar ou negar a existência de uma investigação sobre o laptop ou os e-mails, como é a prática padrão da agência.

Os e-mails de Hunter Biden, que foram divulgados recentemente pelo jornal New York Post, apontam para um suposto caso de tráfico de influência envolvendo da família Biden com agentes da Ucrânia e da China.

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Newsletter

Receba as principais notícias do dia, assine nossa newsletter gratuita.