Português  English  Español  Italiano  Français  Deutsch
Português  English  Español  Italiano  Français  Deutsch

Lava Jato acusa site Conjur de publicar fake news

Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia
Internet brasileira sai em defesa da Operação Lava Jato

O Conjur (Consultor Jurídico) é uma revista eletrônica especializada em notícias ligadas a temas jurídicos.

A equipe da força-tarefa da operação “Lava Jato”, em Curitiba, publicou, nesta segunda-feira (29), uma nota de repúdio contra uma suposta fake news veiculada pelo site Conjur.

“A força-tarefa repudia a divulgação de informações evidentemente falsas pelo referido veículo”, diz a nota da Lava Jato.

Em matéria publicada na última sexta-feira (26), o site comentou a saída de três procuradores da Lava Jato na Procuradoria-Geral da República (PGR). As informações foram apontadas como falsas pelos membros da força-tarefa.

Confira abaixo a íntegra do comunicado da Lava Jato:

“Diante da fake news divulgada no site Conjur em 26/06/2020, a força-tarefa de procuradores do Ministério Público Federal (MPF) no caso Lava Jato informa que jamais adquiriu o equipamento/sistema Guardião ou qualquer outro equipamento de interceptação telefônica. Todas as interceptações telefônicas realizadas no caso Lava Jato foram autorizadas por decisão judicial e efetivadas exclusivamente pela Polícia Federal.

Também são mentirosas uma série de afirmações feitas na matéria publicada, como a de que houve “distribuição de processos fraudadas”. Todas as distribuições dos processos da Lava Jato em Curitiba são submetidas ao Poder Judiciário e são registradas eletronicamente por meio do sistema E-proc, da Justiça Federal, e do Sistema Único, do MPF.

A força-tarefa repudia a divulgação de informações evidentemente falsas pelo referido veículo.”

Referências: [1]

Compartilhe

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email