PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

Lava Jato mira pagamentos da Oi para empresas de Lulinha

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

MPF questiona pagamentos de R$ 132 milhões feitos a firmas de Lulinha, e diz que parte foi usado no sítio de Atibaia.

A Polícia Federal (PF) deflagrou, nesta terça-feira (10), mais uma fase da operação Lava Jato.

Ao todo, estão sendo cumpridos 47 mandados de busca e apreensão em São Paulo, Rio de Janeiro, Bahia e Distrito Federal.

A PF e o Ministério Público Federal (MPF) miram pagamentos suspeitos de R$ 132 milhões da Oi para empresas de Fabio Luis Lula da Silva, o Lulinha, filho do ex-presidente Lula (PT).

Batizada de “Mapa da Mina”, a 69ª fase da Lava Jato é um desdobramento da 24ª fase, que levou o ex-presidente Lula para depoimento.

Os pagamentos da Oi para Lulinha foram realizados sem justificativa econômica plausível enquanto o grupo Oi/Telemar foi beneficiado por diversos atos praticados pelo Governo Federal, segundo o MPF.

“Entre 2005 e 2016 o grupo Oi/Telemar foi responsável por 74% dos recebimentos da Gamecorp”, afirma o MPF, citando uma das empresas de Lulinha, informa O Globo.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

Encontrou um erro?

Para comunicar um erro de português, de informação ou técnico, preencha o formulário abaixo.