Português   English   Español

Lava Jato terá mais trabalho em 2019 após políticos perderem foro

Lava Jato terá mais trabalho em 2019 após políticos perderem foro

Com vários investigados não se reelegendo e perdendo a prerrogativa de foro, a força-tarefa da Lava Jato pode voltar a deflagrar diversas operações, como acontecia no início.

No ano em que completará cinco anos, a Lava Jato pode ver o seu trabalho aumentar a partir de 2019.

A investigação, que parece estar chegando a um esgotamento, com menos fases deflagradas em relação aos outros anos, pode voltar a movimentar a carceragem da Polícia Federal em Curitiba (PR), onde ficam os alvos da força-tarefa.

Isso porque mais da metade dos deputados e senadores envolvidos no escândalo não conseguiu se reeleger neste ano.

Ficaram de fora do Congresso figuras como Edison Lobão (MDB-MA), Eunício Oliveira (MDB-CE), Garibaldi Filho (MDB-RN), Jorge Viana (PT-AC), Ricardo Ferraço (PSDB-ES), Romero Jucá (MDB-RR), Valdir Raupp (MDB-RO) e Vicentinho (MDB-TO). Isso para ficar somente nos exemplos do Senado.

A Câmara também está cheia de casos. Todos eles perderam a prerrogativa de serem investigados e julgados pelo Supremo Tribunal Federal (STF).

 

Adaptado da fonte Gazeta do Povo

Deixe seu comentário

Veja também...