Português   English   Español

Le Pen e Mélechon pedem eleições antecipadas na França

Enquanto o governo da França tenta se reorganizar após mais um fim de semana de violentos protestos dos coletes amarelos, líderes opositores pedem que Emmanuel Macron convoque eleições antecipadas.

Em entrevista ao canal “France 3”, a líder política Marine Le Pen, rotulada como “extrema-direita”, disse que a situação estava fora de controle. Ela pediu a dissolução da Assembleia Nacional e realização de novas eleições, informa o jornal português Expresso.

Jean-Luc Mélenchon, o líder do partido França Insubmissa, rotulado como “extrema-esquerda”, também reivindicou novas eleições e a anulação da subida do preço dos combustíveis anunciada pelo Governo.

Gérard Larcher, presidente do Senado e dirigente do partido “Os Republicanos”, recomendou uma moratória sobre a medida que prevê o aumento dos impostos sobre os combustíveis, que deveria entrar em vigor no início do próximo ano.

O mundo ficou estarrecido com as cenas lamentáveis de violência observadas em vários pontos de Paris, capital da França, durante todo o fim de semana.

No terceiro sábado consecutivo de protestos dos “coletes amarelos”, o movimento mostrou sua divisão entre manifestantes pacíficos e outros cada vez mais radicalizados.

“Quero que a tensão suba porque se continuarmos sendo amáveis ninguém vai nos ouvir”, argumentou um manifestante em entrevista à emissora “BFM TV“.

Deixe seu comentário...

Veja também...

Newsletter Renova!

Preencha o formulário para assinar nossa newsletter.

Nome Email
newsletter