Português   English   Español

Le Pen rejeita fazer exames psiquiátricos impostos pela Justiça

Twitter
WhatsApp
Facebook
Google+
LinkedIn
Pinterest

A líder direitista francesa Marine Le Pen recusou uma ordem judicial que a obriga a passar por testes psiquiátricos por denunciar crimes do Estado Islâmico.

O teste visa verificar se ela “é capaz de responder perguntas” ou “apresenta transtornos mentais ou psiquiátricos”, afirma o documento enviado pela Justiça da França.

A decisão do tribunal de primeira instância de Nanterre, região metropolitana de Paris, enfureceu a líder direitista francesa.

Marine Le Pen declarou:

Eu pensei que tinha direito a tudo mas, pelo visto, não! Por denunciar os horrores do grupo terrorista Estado Islâmico (EI), a justiça me submete a um exame psiquiátrico! Até onde eles vão?

As imagens em questão são de execuções cometidas pelo Estado Islâmico em resposta a um jornalista que comparou o partido de Le Pen ao grupo jihadista.

Le Pen afirmou que não vai fazer os testes:

Não vou, obviamente, me submeter a esse exame psiquiátrico”, disse ela a jornalistas na Assembleia Nacional. “Estou esperando para ver como os magistrados pretendem me forçar a fazê-lo.

 

Adaptado da fonte RFI

Twitter
WhatsApp
Facebook
Google+
LinkedIn
Pinterest

Deixe seu comentário

Veja também...

Anunciante
e-consulters
Parceiro

Assine nossa Newsletter!

Preencha o formulário para assinar.

Nome Email
newsletter

Últimas publicações