Leopoldo Lopéz diz que intervenção militar é constitucional

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

O líder opositor afirmou que intervenção militar é constitucional, mas que transição tem de ser pacífica.

O líder opositor Leopoldo López “não descarta nenhum cenário” para retirar o ditador Nicolás Maduro do poder na Venezuela.

Questionado pela agência EFE sobre uma possível intervenção militar, disse ser uma alternativa legal prevista pela Constituição:

“Não descartamos nenhum cenário que esteja dentro da Constituição. Esperemos que não venha a chegar a esse ponto, mas não o afastamos, pois é constitucional e não podemos afastar nenhum cenário que nos permita conquistar a liberdade.”

Leopoldo López está refugiado na embaixada da Espanha, em Caracas, desde que foi libertado da prisão domiciliar por militares leais ao presidente interino Juan Guaidó na última terça-feira (30).

Nesta quinta-feira (2), um Tribunal da Venezuela ordenou a prisão de Leopoldo. A Espanha já disse que a sua embaixada é território nacional e, por isso, inviolável, como noticiou a RENOVA.

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Newsletter

Receba as principais notícias do dia, assine nossa newsletter gratuita.