Português   English   Español

Líder direitista destaca papel das redes sociais na vitória de Bolsonaro

Líder direitista destaca papel das redes sociais na vitória de Bolsonaro

Para ex-assessor de Donald Trump, Facebook, Twitter e outras mídias sociais contribuíram para ascensão de líderes direitistas.

Steve Bannon, 65 anos, é um empresário e estrategista político dos Estados Unidos.

Ele trabalhou como executivo da campanha de Donald Trump para a Presidência. Entre novembro de 2016 e agosto de 2017, foi assistente e estrategista-chefe da Casa Branca na gestão do republicano. Demitido, deixou o governo.

Para Bannon, o presidente eleito brasileiro, Jair Bolsonaro, representa o caminho do “capitalismo esclarecido” e levará a uma maior aproximação entre o Brasil e os Estados Unidos.

O estrategista político acredita que o Brasil será um bastião populista nacionalista numa região em que a socialista Venezuela vive uma implosão econômica e o FMI manda na Argentina.

Bannon declarou:

Se não fosse pelo Facebook, Twitter e outras mídias sociais, teria sido cem vezes mais difícil para o populismo ascender, porque não conseguiríamos ultrapassar a barreira do aparato da mídia tradicional. Trump conseguiu fazer isso, Salvini e Bolsonaro também.

Questionado sobre “por que Jair Bolsonaro é o presidente certo para o Brasil neste momento?”, o americano respondeu:

Venho acompanhando a trajetória do capitão Bolsonaro há anos. Declarei apoio a ele porque ele representa patriotismo e liderança em um momento em que a América do Sul passa por uma fase muito difícil. é o tipo de líder que só aparece a cada duas gerações e pode recuperar o país, claramente um populista e nacionalista.

 

Adaptado da fonte Folha

Deixe seu comentário

Veja também...