Português   English   Español

Líder muçulmana critica escolha de Trump para Suprema Corte

Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia.

A diretora executiva da organização Defensores Muçulmanos, Farhana Khera, está pedindo aos democratas e republicanos do Senado que impeçam a nomeação do presidente Donald Trump para a Suprema Corte, o juiz Brett Kavanaugh.


Em um comunicado divulgado horas depois de Donald Trump anunciar Brett Kavanaugh para substituir o juiz Anthony Kennedy na Suprema Corte, Khera disse que o indicado do presidente americano daria “luz verde” à “agenda racista” do presidente.

A líder muçulmana disse em resposta à indicação de Kavanaugh:

Baseado em seu registro judicial e profissional, Kavanaugh na Corte dará a Trump uma luz verde para colocar sua agenda racista no lugar sem contestação, sem contrapesos, e sem levar em conta o estado de direito.

Kavanaugh enfraqueceria o papel do Judiciário na proteção de nossa democracia em um momento em que ele é criticamente necessário.

Nós conclamamos o Senado a rejeitar essa indicação.

Farhana Khera participou ativamente do movimento para impedir o veto migratório de Trump, que foi recentemente confirmado pela Suprema Corte, certificando que o presidente dos Estados Unidos tem total autoridade sobre a imigração para o país.

A administração Trump está procurando ver  Kavanaugh confirmado no Senado antes de 1 de outubro de 2018.

 

Traduzido e adaptado de Breitbart

Curta e compartilhe...

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on pinterest
Share on reddit
Share on linkedin
Share on vk

Deixe seu comentário...

A RENOVA Mídia não se responsabiliza pelo conteúdo, opiniões e comentários dos visitantes do site. NÃO publique ofensas, discordar não é ofender. Caso encontre algum material com ofensas, denuncie. Lembre-se que ao comentar em nosso portal você concorda com estes Termos de Uso.

Veja também...