Português   English   Español
Português   English   Español

Lideranças dos caminhoneiros apoiam protestos do dia 26 de maio

Lideranças dos caminhoneiros apoiam protestos do dia 26 de maio
Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia.

Os protestos convocados para o dia 26 de maio contra o Centrão e a favor das reformas apresentadas pelo governo Bolsonaro ganharam reforços de peso.

Em maio de 2018, uma paralisação dos caminhoneiros deixou o Brasil em uma situação extremamente delicada. O desabastecimento afetou quase todas as regiões do país.

Wanderlei Alves, conhecido como Dedéco, foi um dos líderes deste movimento. Segundo a VEJA, ele afirmou que a categoria apoia as manifestações pró-governo marcadas para o próximo domingo, 26.

Dedéco afirmou:

“Não estou apoiando o presidente, mas a governabilidade do país. Eu percebo que o Congresso Nacional está travando muito as pautas do governo. O Brasil está parado por falta de governabilidade.”

Questionado sobre se os protestos podem prejudicar o governo do presidente Jair Bolsonaro, o caminhoneiro respondeu:

“Há riscos para o presidente, mas também para o Congresso. Quem manda no Brasil é o povo. Vejo alguns falarem que pode ser um tiro no pé, mas eu acho que o povo tem sim de ir para a rua e mostrar sua insatisfação.”

Já o site Terça Livre, em matéria publicada nesta terça-feira (21), citou as palavras de Ramiro, outra liderança dos caminhoneiros, sobre os atos do dia 26 de maio:

“A gente é capitão até debaixo d’água, a gente votou na pessoa Bolsonaro, pra que ele fosse presidente, e no projeto de governo dele. Foi o que a gente escolheu pra tocar o país, e eles não estão querendo deixar esse projeto ser executado. Estão querendo fazer de tudo pra desgastar o presidente pra derrubar ele.”

Compartilhe...

Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on telegram
Share on reddit
Share on linkedin
Share on email

Deixe seu comentário...

A RENOVA Mídia não se responsabiliza pelo conteúdo, opiniões e comentários dos visitantes do site. NÃO publique ofensas, discordar não é ofender. Caso encontre algum material com ofensas, denuncie. Lembre-se que ao comentar em nosso portal você concorda com estes Termos de Uso.

Veja também...

Curta a RENOVA!