Português   English   Español

Líderes da Áustria e Hungria se encontram em Viena

O chanceler austríaco, Sebastian Kurz, disse nesta terça-feira (30/01) que pretende aliviar as tensões na União Européia, enquanto recebia o primeiro-ministro da Hungria, Viktor Orban, em Viena.

Um conflito emergiu nos últimos anos entre a União Europeia e o grupo Visegrad, composto por Hungria, Polônia, República Checa e Eslováquia, principalmente por causa das políticas migratórias impostas por Bruxelas.

O premiê da Hungria visitou Viena para falar pessoalmente com o jovem líder conservador austríaco, Sebastian Kurz. Durante entrevista coletiva, o chanceler da Áustria demonstrou intenção em resolver o conflito, mas evitou criticar os posicionamentos do governo húngaro:

Em particular, desde o início da crise migratória (em 2015), as tensões cresceram na União Européia. Nosso grande objetivo na Áustria é construir uma ponte entre os Estados do grupo Visegrad e os países da Europa Ocidental.

Viktor Orban, não poupou palavras para criticar a política migratória da União Europeia, classificando a imigração em massa como “cavalo de Tróia do terrorismo“:

O maior perigo hoje para o futuro esperançoso da Europa Central é a migração. Quando digo que o futuro precisa ser protegido, quero dizer que temos uma cultura, uma cultura cristã. Temos um modo de vida e queremos proteger esse modo de vida.

Deixe seu comentário...

Veja também...

Newsletter Renova!

Preencha o formulário para assinar nossa newsletter.

Nome Email
newsletter