Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
- PUBLICIDADE -

Líderes do Foro de SP criticam decisão contra ‘companheiro Lula’

Tarciso Morais

Tarciso Morais

COMPARTILHE

Presidentes e ex-presidentes da esquerda da América Latina reagiram contra o pedido de prisão do petista.

A decisão desta quarta-feira (04) do Supremo Tribunal Federal, que abriu caminho para a prisão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), decretada nesta quinta-feira (05) pelo juiz federal Sergio Moro, gerou críticas e manifestações de repúdio de alguns de seus mais importantes aliados na esquerda latino-americana.

Os líderes da Bolívia, Evo Morales, Venezuela, Nicolás Maduro, Nicarágua, Daniel Ortega, e o ministério de Relações Exteriores de Cuba mandaram saudações ao companheiro petista.

Os ex-presidentes Cristina Kirchner, da Argentina, Rafael Correa, do Equador e Fernando Lugo, do Paraguai, também reagiram contra as decisões judiciais.

Todos eles são membros do Foro de São Paulo, uma organização formada por partidos e movimentos políticos em 1990. Criada a partir de um seminário organizado pelo PT de Lula, a entidade se propõe a unir a esquerda latino-americana – e é alvo constante de críticas de setores ligados à direita.

O foro teve seu auge na última década: em 2005, três quartos dos 350 milhões de moradores da América do Sul eram governados por políticos de esquerda ligados ao movimento. Nos últimos anos, governos de importantes países do Foro foram ocupados por políticos de oposição ao movimento, o que fez o Foro perder parte de sua relevância no continente.

 

Com informações de: [Terra]
- PUBLICIDADE -
TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
VEJA TAMBÉM