Português   English   Español
Português   English   Español

Líderes partidários seguram Nova Previdência na CCJ

Líderes partidários seguram Nova Previdência na CCJ
Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia.

O primeiro passo na tramitação da reforma da Previdência só ocorrerá depois que o governo federal enviar o texto sobre a aposentadoria dos militares.

Na noite desta segunda-feira (11), líderes partidários da Câmara fecharam um acordo para que a Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) só vote a admissibilidade da reforma da Previdência após o governo apresentar texto sobre a aposentadoria dos militares.

A decisão foi tomada por deputados durante uma reunião com o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), na residência oficial da Casa.

A instalação da CCJ deve ocorrer entre quarta (13) e quinta-feira (14), como noticiou a RENOVA.

Segundo o secretário da Previdência do Ministério da Economia, Rogério Marinho, afirmou que o governo não deve entregar a proposta dos militares antes do dia 20 de março.

“Existem remissões, necessidades de ajustes paramétricos, cálculos atuariais, adequação da lei. Por isso que fizemos um cronograma desde o início para entregar em 20 de março e estamos respeitando”, afirmou Marinho, segundo o Congresso em Foco.

Compartilhe...

Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on telegram
Share on reddit
Share on linkedin
Share on email

Deixe seu comentário...

A RENOVA Mídia não se responsabiliza pelo conteúdo, opiniões e comentários dos visitantes do site. NÃO publique ofensas, discordar não é ofender. Caso encontre algum material com ofensas, denuncie. Lembre-se que ao comentar em nosso portal você concorda com estes Termos de Uso.

Veja também...

Curta a RENOVA!