Liga Árabe critica escritório comercial do Brasil em Jerusalém

Idiomas:

Português   English   Español
Liga Árabe critica escritório comercial do Brasil em Jerusalém
TARCISO MORAIS
TARCISO MORAIS
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia.

Segundo a Liga Árabe, a decisão do presidente Bolsonaro é “um passo na direção errada”.


Em um comunicado, o secretário-geral da Liga Árabe, Ahmed Aboul Gheit, disse que a intenção do presidente da República, Jair Bolsonaro, de abrir um escritório comercial em Jerusalém viola a lei internacional.

Durante visita a Israel, Bolsonaro anunciou que o Brasil abrirá um escritório na Cidade Sagrada.

O premiê israelense, Benjamin Netanyahu, comemorou a atitude do presidente e disse que o movimento é um passo inicial para a transferência da embaixada brasileira de Tel Aviv para Jerusalém.

Segundo o Poder360, Ahmed declarou:

“Esse passo representa uma clara violação dos princípios da lei internacional, que considera Jerusalém como terra ocupada e proíbe a mudança de embaixadas e de escritórios comerciais para lá.”

O governo brasileiro não foi o único a tomar uma decisão deste calibre sobre Jerusalém. Como você viu na RENOVA, outras nações aprofundaram, recentemente, laços com a capital do governo israelense.

Newsletter RENOVA

Receba gratuitamente as principais notícias do Brasil e do Mundo por email.

Curta e compartilhe...

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on reddit
Share on vk

Deixe seu comentário...

Veja também...