Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Ligação entre Bolsonaro e Israel preocupa países islâmicos

Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia
Ligação entre Bolsonaro e Israel preocupa país islâmicos

O compromisso de reconhecer a cidade de Jerusalém como a capital de Israel é uma das propostas de política externa mais importantes do futuro governo Bolsonaro.

Segundo a Folha, no entanto, a decisão “deve se tornar uma das primeiras dores de cabeça econômicas de Jair Bolsonaro, caso vença e honre a promessa”.

O jornal conversou com pessoas próximas do tema e afirma que uma série de países islâmicos e grandes produtoras de proteína animal do mercado estão preocupadas com a hipótese de o Brasil cortar relações com a Palestina e mudar a sede de sua embaixada de Tel Aviv para Jerusalém.

O motivo: o enorme mercado para a carne brasileira nas nações muçulmanas.

De acordo com a Fambras (Federação das Associações Muçulmanas do Brasil), 45% da carne de frango e 40% da bovina que o país exporta hoje levam o selo halal –ou seja, pode ser consumida segundo preceitos islâmicos.

Embaixadores de países muçulmanos fizeram chegar ao governo federal e à campanha de Bolsonaro sua preocupação. Empresários também devem procurá-los. Consideram que a retaliação comercial será inevitável caso o deputado mantenha a palavra.

A Liga Árabe e nações islâmicas não árabes condenam a pretensão de Israel de que Jerusalém seja sua capital, algo disputado com a Palestina. Por isso, enquanto a situação não se define, a maioria dos países mantém embaixada na cidade costeira de Tel Aviv.

 

Adaptado da fonte Folha

Compartilhe

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email

Comentários

A RENOVA Mídia não se responsabiliza pelo conteúdo, opiniões e comentários dos visitantes do site. NÃO publique ofensas, discordar não é ofender. Caso encontre algum material com ofensas, denuncie. Lembre-se que ao comentar em nosso portal você concorda com estes Termos de Uso.

Outras Notícias