- PUBLICIDADE -

Linha do tempo dos derivados da maconha no Brasil

Maconha para fins medicinais pode unir PSL e PSOL na Câmara
- PUBLICIDADE -

Remédio à base de canabidiol está à venda em farmácias brasileiras.

A maconha medicinal é responsável por movimentar uma ampla cadeia de empresas e fundos de investimento interessados em um mercado bilionário que pode chegar ao Brasil.

Desde maio de 2020, o primeiro remédio à base de canabidiol (CBD) produzido no Brasil se encontra à venda nas farmácias daqui.

Abaixo nós te apresentamos o caminho da liberação dos derivados da maconha no Brasil.

2006 

A Lei de Drogas (Lei 11343/06) acabou com a pena de prisão para o usuário que esteja portando a droga ou a planta para consumo pessoal.

O texto também prevê que a União pode autorizar o plantio e a utilização de substratos da Cannabis para fins medicinais ou científicos.

Legalização da maconha recreativa avança em Nova York

2015

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) retirou o canabidiol (CBD) da lista de substâncias de uso proibido no Brasil.

O órgão também passou a permitir a importação de remédios à base de canabinoides.

Vinte empresas querem cultivar maconha medicinal no Brasil

2017

Indicado para esclerose múltipla, o Mevatyl é o primeiro medicamento à base de Canabis medicinal a receber o registro no Brasil.

2019

Anvisa regulamenta a fabricação, importação e venda de produtos derivados da maconha para uso medicinal.

Paraíba tem plantio de maconha para 2.500 pacientes

2020

Anvisa aprova comercialização do 1º produto nacional à base de Cannabis.

Foto: Reprodução/CBD Infos via Unsplash

2021

Anvisa autoriza produto à base de cannabis em projeto com a Fiocruz. O preparado foi denominado Canabidiol Farmanguinhos 200 mg/mL.

PUBLICIDADE
- PUBLICIDADE -

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -