Português  English  Español  Italiano  Français  Deutsch
Português  English  Español  Italiano  Français  Deutsch

Lista de filmes removidos pela Netflix a pedido de governos

Lançamentos da Netflix

Entre as obras removidas pela Netflix está “Se Beber, Não Ceie”, especial de Natal do canal Porta dos Fundos, lançado em 2018. 

A plataforma de streaming Netflix anunciou quais filmes e séries foram removidos de seu catálogo a pedido de governos.

A informação inédita consta em um relatório de transparência divulgado na última sexta-feira, 7 de fevereiro.

Nove pedidos de censura foram feitos por autoridades governamentais desde 2007, quando a empresa entrou em operação.

A maior parte dos pedidos é do governo de Singapura. Há ainda pedidos da Alemanha, Arábia Saudita, Vietnã e Nova Zelândia.

Entre as obras removidas está “Se Beber, Não Ceie”, especial de Natal do canal Porta dos Fundos, lançado em 2018. O filme é uma das cinco produções que não fazem mais parte do catálogo da Netflix em Singapura.

Abaixo você encontra a lista, segundo o site TecMundo, dos programas de TV e filmes removidos da Netflix a pedido de governos:

  • The Bridge – removido na Nova Zelândia em 2015
  • Nascido para Matar – removido no Vietnã em 2017
  • A Noite dos Mortos-Vivos – removido na Alemanha em 2017
  • Cozinhando em 4:20 – removido em Singapura em 2018
  • The Legend of 420 – removido em Singapura em 2018
  • Disjointed – removido em Singapura em 2018
  • A Última Tentação de Cristo – removido em Singapura em 2019
  • Especial de Natal: Se Beber, Não Ceie – removido em Singapura em 2019
  • Patriot Act with Hasan Minhaj – removido na Arábia Saudita em 2019

Compartilhe

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email

Comentários

A RENOVA Mídia não se responsabiliza pelo conteúdo, opiniões e comentários dos visitantes do site. NÃO publique ofensas, discordar não é ofender. Caso encontre algum material com ofensas, denuncie. Lembre-se que ao comentar em nosso portal você concorda com estes Termos de Uso.

Outras Notícias