Português  English  Español  Italiano  Français  Deutsch
Português  English  Español  Italiano  Français  Deutsch

Livro milenar que ‘guiava almas ao submundo’ é encontrado no Egito

Livro milenar que 'guiava almas ao submundo' é encontrado no Egito
Imagem: Harco Willems/Journal of Egyptian Archaeology

Especialistas acreditam que as inscrições podem ser o “manual de instruções” ilustrado mais antigo da história.

Arqueólogos encontraram uma espécie de “manual de instruções” para o submundo egípcio. O documento dá as instruções para que as almas dos mortos deixem corpos e cheguem a Rostau, o reino do deus da morte Osíris

Os registros têm ao menos 4 mil anos e são, provavelmente, o “livro” ilustrado mais antigo da história, segundo um estudo publicado no Journal of Egyptian Archaeology.

A obra, que já era conhecida previamente, é chamado de “Livro dos Dois Caminhos”, pois apresenta dois percursos que os espíritos podem seguir por terra e outro por mar. 

Em entrevista ao jornal The New York Times, a especialista em egiptologia, Rita Lucarelli, da Universidade da Califórnia, nos Estados Unidos, disse que o livro é um exemplo do quanto o povo do Antigo Egito refletia sobre a mortalidade:

“Os egípcios eram obcecados com a vida em todas as suas formas. Para eles a morte era uma nova vida.”

Ao invés de serem impressos em papel, os livros dessa época eram pintados nas paredes dos sarcófagos, para que a alma do morto pudesse consultá-las quando deixasse o corpo.

A tumba na qual as ilustrações foram encontradas pertencia a uma mulher da alta sociedade chamada Ankh, informa a revista Galileu.

Local onde o livro foi encontrado, na tumba de Ankh (Imagem: Harco Willems/Journal of Egyptian Archaeology)

Compartilhe

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email