- PUBLICIDADE -

Lobão e Barbalho foram beneficiados por desvios em Belo Monte

- PUBLICIDADE -

Relatório da Polícia Federal (PF) aponta indícios de que os emedebistas Edison Lobão e Jader Barbalho foram beneficiados com desvios na obra da hidrelétrica de Belo Monte.

Os investigadores da PF suspeitam de corrupção passiva e lavagem de dinheiro por parte dos senadores do MDB.

Pelo esquema, empresas responsáveis recebiam dinheiro público para executar a obra e parte dos valores era desviada para pagar propina a políticos.

Concluído em maio, o inquérito está nas mãos da procuradora-geral Raquel Dodge, que poderá denunciar Lobão e Jader ao STF com base nas provas já coletadas. O relator do caso no Supremo é Edson Fachin.

A defesa do senador maranhense diz que não há elementos para incriminar Lobão. O senador paraense, por sua vez, chamou o relatório da PF de “leviandade” e “barbaridade”.

 

Com informações de O Antagonista

Anúncio

PUBLICIDADE
- PUBLICIDADE -

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -