Londres já tem mais assassinatos que Nova Iorque

Idiomas:

Português   English   Español
João Guilherme
João Guilherme
Estudante e interessado em política, história e religião.

Elevação no número de ataques com faca fez taxa de assassinatos da capital da Inglaterra disparar.


Com um crescimento dramático no número de crimes cometidos com faca, em fevereiro, pela primeira vez na história moderna, Londres ultrapassou Nova Iorque no número de assassinatos. Quinze pessoas foram assassinadas na capital, contra 14 na cidade americana. A comparação é justa pois as cidades possuem quase a mesma população.

A expectativa é que, em março, a quantidade de assassinatos cometidos em Londres seja novamente maior, ou pelo menos igual, à taxa de Nova Iorque. Até a noite do dia 31, 22 homicídios aconteceram na capital, de acordo com a polícia Metropolitana, contra 21 na cidade americana.

Oito pessoas foram mortas somente entre 14 e 20 de março em Londres. Mesmo excluindo as vítimas de terrorismo, o número de assassinatos na cidade subiu 38% desde 2014.

Na manhã de ontem (1), outra pessoa entrou para a estatística. Um homem de 20 anos foi esfaqueado até a morte após sair de um bar no sudoeste de Londres, elevando o número de ataques fatais na cidade para 31 só esse ano. A polícia prendeu um homem como suspeito pelo assassinato.

O pesquisador Eric Monkkonen divulgou um estudo que mostra que, desde 1800, Londres tinha uma taxa de homicídios por pessoa que era, pelo menos, metade da apresentada em Nova Iorque.

Incluindo janeiro, Londres ainda tem menos assassinatos até aqui – 46 contra 55 – e o total de 2017 também foi menos. Mas a diferença vem diminuindo nos últimos anos.

Cressida Dick, chefe da polícia Metropolitana, culpou as redes socais por fazer com que simples disputas acabem em violência.

Os dados de fevereiro apresentados nos sites das duas cidades é um número menor em ambos os casos,14 em Londres e 13 em Nova Iorque. Isso acontece pois eles não incluem os que morreram em fevereiro por terem sido atacados antes.

 

Matéria traduzida e adaptada de: [TheTimesUK]

Curta e compartilhe...

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on reddit
Share on vk

Deixe seu comentário...

A RENOVA Mídia não se responsabiliza pelo conteúdo, opiniões e comentários dos visitantes do site. NÃO publique ofensas, discordar não é ofender. Caso encontre algum material com ofensas, denuncie. Lembre-se que ao comentar em nosso portal você concorda com estes Termos de Uso.

Veja também...