Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Luciano Hang denuncia radicalismo da esquerda brasileira

Tarciso Morais

Tarciso Morais

Luciano Hang denuncia radicalismo da esquerda brasileira
COMPARTILHE

O bilionário Luciano Hang, 56 anos, conversou com o jornal Folha de S. Paulo sobre a tentativa de ataque sofrida na semana passada.

“O cara pegou uma faca e começou a esfaquear a minha foto, que tem na entrada da loja”, disse Luciano Hang sobre o atentado praticado em sua loja na cidade de Brusque, em Santa Catarina.

“A polícia foi atrás, mas soltaram. Na delegacia, ele disse que era militante de esquerda, do PT. […] É um lunático de esquerda que tenta matar quem é contra a ideologia dele”, acrescentou o novo bilionário brasileiro na renomada lista da Forbes.

Em nota, segundo a Folha, o Partido dos Trabalhadores (PT) diz que o empresário tenta vincular o ato a atitude partidária e que o acusado não é filiado.

“O PT soltou nota dizendo que ele não era. Mas nós temos vídeo em que ele fala que é petista. Tem fotos com caciques do PT”, rebateu Hang.

“Você não vê alguém de direita querendo matar o Lula, a Dilma ou a Gleisi Hoffmann. Se eu estivesse ali, ele iria fazer na minha cara o que ele fez na foto. Esfaquear”, completou o dono da rede de lojas Havan.

Segundo relatos de funcionários, o autor do atentado entrou na loja matriz da Havan, em Brusque, em busca de Luciano Hang, que estava em viagem.

Como o empresário não estava, o extremista de esquerda esfaqueou a imagem do mesmo que fica na entrada da loja, dizendo que a vontade era de fazer o ato pessoalmente contra Luciano.

- PUBLICIDADE -
TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram