Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Ludmilla processa deputado por conectá-la ao tráfico de drogas

Tarciso Morais

Tarciso Morais

Ludmilla processa deputado por conectá-la ao tráfico de drogas
COMPARTILHE

Deputado disse que “ser acionado por alguém como ela é motivo de satisfação”.

A cantora Ludmilla está processando o deputado federal Junio Amaral (PSL), de Minas Gerais, por causa de uma associação ao tráfico de drogas. 

Amaral teria chamado a cantora de “garota-propaganda do tráfico” ao comentar sobre o single “Verdinha”, que a cantora fala sobre a maconha, mas sem especificar o nome da planta.

De acordo com o portal UOL, os advogados de Ludmilla afirmaram que a artista não cometeu nenhuma infração penal: 

“Ludmilla, artista renomada, apenas exerceu a sua liberdade de expressão cultural, o que é amplamente assegurado pela Constituição.”

Junio Amaral, por outro lado, disse ao site Metrópoles que “ser acionado por alguém como ela é motivo de satisfação”

“Se partisse de artistas que edificam a vida das pessoas, que levam boas mensagens ao contrário de incentivar o uso e tráfico de drogas, eu ficaria preocupado. Não é o caso.”

O parlamentar disse ainda que a música faz referência ao consumo de drogas, estimula o plantio, a comercialização e incita a prática de diversos crimes previstos na Lei nº 11.343/2006:

“Ludmilla foi a primeira cantora que tomamos providências por apologia ao crime, mas não será a única. Ficar inerte perante a uma música que, claramente, faz alusão ao uso de drogas é ser conivente, e não fui eleito para isso.”

- PUBLICIDADE -
TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram