PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

Lula diz à PF que não mandou MTST invadir triplex

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

O condenado Lula da Silva prestou depoimento nesta terça-feira (26) à Polícia Federal (PF) em Curitiba no âmbito de um inquérito que investiga a invasão do triplex do Guarujá.

Uma reforma neste triplex no Guarujá foi a causa da condenação e prisão do ex-presidente Lula da Silva na Operação Lava Jato por corrupção e lavagem de dinheiro.

O advogado Manoel Caetano Ferreira, um dos que defendem Lula, relatou à saída PF que o petista declarou que “não incitou ninguém a invadir” o apartamento.

Acontece que, em um discurso antes de ser preso, no dia 7 de abril do ano passado, Lula disse estar sendo condenado “por um desgraçado de um apartamento” que não pertence a ele e afirmou que já havia pedido para Boulos “mandar o pessoal dele ocupar”.

Alguns dias após a declaração e consequente prisão do petista, cerca de 30 membros do Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST) invadiram o apartamento para protestar.

Em novo inquérito, a PF apura se o presidiário influenciou grupo de extrema esquerda a invadir o seu tríplex, como noticiou a RENOVA.

O advogado Manoel Caetano Ferreira declarou que o condenado “fez aquela referência [ao triplex] em um discurso que durou mais de meia hora e esse trecho [sobre a ocupação] tem seis segundos”, segundo o Estadão.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

Encontrou um erro?

Para comunicar um erro de português, de informação ou técnico, preencha o formulário abaixo.