- PUBLICIDADE -

Lula e Sarkozy discutiram propina pessoalmente, diz Palocci

- PUBLICIDADE -

A informação foi confirmada pelo ex-ministro Antonio Palocci durante depoimento no mês passado, em Brasília, no âmbito da Operação Greenfield.

Antonio Palocci revelou que Lula e o ex-presidente francês Nicolas Sarkozy tiveram “uma reunião noite adentro” para discutir propina na compra de caças.

O ex-ministro do PT declarou:

O presidente chegou a assinar um protocolo, um contrato com o presidente francês Nicolas Sarkozi, no dia 7 de setembro. Eu lembro que era 7 de setembro porque o presidente francês veio pras comemorações do 7 de setembro, e passou a madrugada inteira com o presidente Lula, ministro da Defesa, e saiu dessa reunião de madruga com um documento assinado pelos dois presidentes sobre a compra de caças Mirage, a compra de helicópteros e a compra de submarinos franceses.

Palocci acrescentou:

Uma iniciativa completamente inadequada, porque estava sendo conduzido tecnicamente pela área da Defesa e foi atropelado por ambos os presidentes, da França e do Brasil e isso gerou todo tipo de propina. Então não foi só na sonda.

O governo brasileiro optou pela compra dos caças suecos. Segundo Palocci, Lula também se envolveu diretamente na obra de Belo Monte, que gerou propina.

‘Também posso citar o caso de Belo Monte, onde o presidente também se envolveu diretamente na operação dos fundos de pensão e sabia que a partir desse investimento e desse projeto haveria pedido de propina’, declarou.

Adaptado da fonte G1

PUBLICIDADE

- PUBLICIDADE -

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit

- PUBLICIDADE -

- PUBLICIDADE -

- PUBLICIDADE -