Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Lula pediu dinheiro sujo da OAS para campanha de Bachelet

Lula pediu dinheiro sujo da OAS para campanha de Bachelet
COMPARTILHE

Léo Pinheiro disse ter enviado cerca de R$ 400 mil reais para campanha de Bachelet.

Em acordo de delação premiada, o ex-presidente da OAS, Léo Pinheiro, mencionou que o condenado Lula da Silva (PT) intermediou negócios da empresa com governos da Costa Rica, do Chile e da Bolívia.

No Chile, a empreiteira OAS tentava se fixar em 2013, quando já havia conseguido integrar um consórcio para a construção de uma ponte no sul do país.

Léo Pinheiro informou que a OAS temia perder o contrato com a mudança de governo, no ano seguinte, e a situação foi explicada a Lula na ocasião de viagem para uma palestra.

Michelle Bachelet, do Partido Socialista, tomaria posse em março de 2014.

Ainda segundo o relato, Lula falou que conversou com o ex-presidente chileno Ricardo Lagos, também do Partido Socialista, que teria garantido que a construtora do Brasil continuaria na obra.

O empreiteiro disse ainda que, na sequência, Lula pediu dinheiro da OAS para a campanha de Bachelet.

Pinheiro disse ter determinado, então, o pagamento de 101,6 milhões de pesos chilenos, o equivalente à época a cerca de R$ 400 mil reais, “nos interesses da campanha de Bachelet”, informa o jornal Folha de S.Paulo, em parceria com o site panfletário Intercept.

O jornal EL PAÍS também teve acesso a uma proposta de delação premiada de Pinheiro, que estava disponível em conversas, de junho de 2017 no Telegram, supostamente enviadas ao site do militante norte-americano Glenn Greenwald.

Bachelet, hoje alta comissária da Organização das Nações Unidas para Direitos Humanos, negou alegações do empresário brasileiro.

“Minha verdade é a mesma de sempre, eu nunca tive envolvimento com a OAS”, disse Bachelet ao canal de televisão 24 Horas, em Genebra, segundo o site Terra.

PUBLICIDADE

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Comentários_

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião da RenovaMídia.

Ao comentar você concorda com nossos termos de uso e política de privacidade.

Assinar
Notificar quando
guest
0 Comentários
Feedbacks em linha
Ver todos os comentários

PUBLICIDADE