PT diz que prisão de Lula seria “declaração de guerra”

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Comitês estaduais criados pelo PT estão organizando protestos por todo o país em caso de condenação do ex-presidente Lula. O julgamento será realizado no próximo dia 24.

De acordo com a coluna da Mônica Bergamo, da ‘Folha de S. Paulo’, a eventual detenção do petista seria vista como “declaração de guerra”.

Contudo, dirigentes do partido acreditam que as cortes superiores não manteriam o ex-presidente preso, concedendo um habeas corpus.

A condenação inviabilizaria a candidatura de Lula nas eleições de 2018. No entanto, o Partido dos Trabalhadores já confirmou que ele será registrado como candidato à Presidência, independente da decisão do TRF-4.

O ex-presidente tocaria a campanha até onde conseguisse e se for confirmado seu afastamento pela corte eleitoral, em setembro, indicaria um candidato na última hora.
Com informações de: (1)

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Newsletter

Receba as principais notícias do dia, assine nossa newsletter gratuita.