Lula completa 1 mês na prisão com várias derrotas na coleção

TRF-4 negou recurso do petista que alegava, novamente, que Sergio Moro não é o juiz natural do processo do tríplex e, portanto, não poderia ter julgado o caso.

O ex-presidente Lula cumpre sentença de 12 anos e um mês pelos crime de corrupção e lavagem de dinheiro no caso do apartamento triplex no Guarujá (SP).

Ao longo do primeiro mês de prisão, o petista acumula uma série de derrotas na Justiça. Nessa sexta-feira (04), Lula colocou mais uma na coleção.

Segundo informações da Agência Brasil:

A vice-presidente do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4), desembargadora Maria de Fátima Freitas Labarrère, negou hoje (4) recurso da defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva para suspender a decisão da 8ª Turma do tribunal, que condenou o réu a 12 anos e 1 mês, com execução provisória da pena de prisão.

O pedido havia sido protocolado no dia 27 de abril pela defesa do ex-presidente. Os advogados apontaram supostas violações cometidas pelo juíz federal Sérgio Moro, entre elas a falta de comprovada relação entre contratos com a Petrobras e o favorecimento ilícito considerado na sentença. A defesa alega que a 13ª Vara de Curitiba não teria competência para julgar a ação.

Para tentar manter a ínfima presença da militância nas ruas, o ex-presidente enviou uma carta com palavras de incentivo, como publicado pelo BR-18:

“Estou tranquilo e sereno. Não sei se os acusadores dormem com a consciência tranquila que eu durmo. A minha tranquilidade é porque eu tenho vocês”, escreveu. Não deve ser tão difícil dormir na cela-suíte especial da PF, sem ter que cumprir o regime de outros presos.

A Gazeta do Povo também falou sobre a carta enviada pelo petista para sua militância:

Lula também disse que tem acompanhado os atos de solidariedade que a militância faz de manhã e de noite. Todos os dias, os manifestantes se reúnem para dar bom dia e boa noite ao ex-presidente. “Não há nada no mundo que possa pagar o carinho que vocês têm demonstrado todo dia (…) A minha tranquilidade é porque eu tenho vocês.”

Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia