Lula tenta fugir da juíza Gabriela Hardt

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Em petição protocolada na noite de segunda-feira (19), a defesa do presidiário Lula questionou o TRF-4 sobre quem é o juiz natural para julgar o ex-presidente, após o pedido de férias e, posteriormente, a exoneração de Sergio Moro.

Segundo a defesa de Lula, a juíza substituta Gabriela Hardt, que presidiu a audiência de oitiva do ex-presidente, no último dia 14, não tem jurisdição para proferir a sentença do caso.

Para a defesa do presidiário, a exoneração do ex-juiz Sergio Moro altera o Juiz Natural do caso, uma vez que sua vaga será preenchida mediante concurso público, segundo informações do Paraná Portal.

A estratégia de afastar o juiz responsável pela ação já foi utilizada pela defesa do líder do PT durante o período em que Moro estava à frente do caso.

Após a prensa que o ex-presidente levou da magistrada Hardt durante o depoimento, conforme noticiou a Renova Mídia, a tentativa de fugir do alcance da juíza não é tão surpreendente.

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Newsletter

Receba as principais notícias do dia, assine nossa newsletter gratuita.