Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Maconha para fins medicinais pode unir PSL e PSOL na Câmara

Maconha para fins medicinais pode unir PSL e PSOL na Câmara
COMPARTILHE

O cannabidiol é uma das 113 substâncias químicas canabinoides encontradas na maconha.

Uma comissão especial para discutir o uso do cannabidiol para fins medicinais está para ser instalada na Câmara.

A pauta tende a ser matéria de consenso entre parlamentares dos mais diversos partidos.

“Eu acho que é a primeira pauta que a gente consegue unir direita e esquerda”, afirmou a deputada Carla Zambelli (PSL-SP) ao site Congresso em Foco.

Segundo o presidente da comissão especial, Paulo Teixeira (PT), os trabalhos devem começar na próxima quarta-feira (11). Ele é otimista quanto ao tempo de tramitação e crê que a matéria deve ser avaliada no Plenário da Câmara “entre 60 e 90 dias”.

O deputado Marcelo Freixo (PSOL-RJ) também está otimista e acredita que a votação em plenário acontecerá ainda neste ano.

Para evitar polarizar o tema, Freixo ressalta que o que será tratado é apenas o uso dos ativos da maconha para fins medicinais.

Zambelli compartilha da opinião do deputado do PSOL e reafirma sua posição contrária ao uso recreativo da planta.

Para a deputada, o plantio, a manipulação e a distribuição dos ativos medicamentosos da maconha devem ser feitos pelo Estado.

“[A legislação da] Itália e Israel é muito boa. A maconha vai ser plantada, controlada pelo Estado”, disse Zambelli.

PUBLICIDADE

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Comentários_

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião da RenovaMídia.

Ao comentar você concorda com nossos termos de uso e política de privacidade.

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE