Presidente da Argentina elogia Brasil por luta à corrupção

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

O presidente da Argentina, Mauricio Macri, disse ver com bons olhos as reformas no Brasil e pediu que elas sejam mantidas pelo próximo presidente.

No Fórum Econômico Mundial em Davos, na Suíça, Macri exortou a continuidade das investigações da Lava Jato, que já atingem mais de 30 países, sendo a Argentina um dos principais:

Que continuem, pedimos que a Justiça brasileira siga investigando, e que saibamos a verdade, quem são os que receberam na Argentina pelas obras da Odebrecht.

De acordo com informações do Yahoo:

A empreiteira brasileira é investigada no país por nove obras em que é suspeita de ter pago propina para obter contratos superfaturados, após delações premiadas no Brasil indicarem a prática (a Odebrecht afirma que cabe a suas subcontratadas dar informações sobre o caso e nega ter havido ágio).

Mauricio Macri também falou sobre as reformas que o governo de Michel Temer tenta implementar:

Vejo bem as reformas no Brasil, tudo que dá fôlego a nossos sócios ajuda a nós [na Argentina]. Tenho defendido firmemente um Mercosul forte e, como já disse muitas vezes, me sinto em parte brasileiro.

E pediu continuidade ao próximo presidente do Brasil:

Espero que não [haja mudança na condução de reformas], espero que quem ganhe a eleição reafirme seu compromisso com o Mercosul e com o Mercosul no mundo, pois, como disse há pouco, temos sido a região mais fechada do mundo, e isso não traz resultado positivo para nossa população. Reduzimos pouco ou nada da pobreza.

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Newsletter

Receba as principais notícias do dia, assine nossa newsletter gratuita.