Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Macri denuncia ditadura da Venezuela durante cúpula do Mercosul

Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia
Macri denuncia ditadura da Venezuela durante cúpula do Mercosul

O presidente argentino, Mauricio Macri, pediu nesta terça-feira (18) que se busque soluções para a crise humanitária na Venezuela, defendendo a “restituição da democracia” nesse país.

O discurso foi feito durante a cúpula do Mercosul em Montevidéu, capital do Uruguai.

Na América Latina – acrescentou Macri -, está em curso uma “crise humanitária que requer esforços imediatos” para “resguardar os direitos de milhões de venezuelanos”, vítimas de uma “dura repressão de seu próprio governo”.

A Argentina assumirá a presidência rotativa do bloco, do qual a Venezuela está suspensa desde 2017.

Na presença do presidente boliviano, Evo Morales, próximo do governo chavista e cujo país é um membro associado ao Mercosul, Macri denunciou o regime de Nicolás Maduro como “uma ditadura que levou adiante um processo eleitoral fraudulento”.

O líder argentino também aproveitou para pedir a ação dos demais sócios no Mercosul – Brasil, Uruguai e Paraguai.

É necessário “trabalhar incansavelmente para a libertação dos presos políticos, pelo respeito aos direitos humanos e pela restituição da democracia na Venezuela”, frisou Macri.

Adaptado da fonte Swissinfo

Compartilhe

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email

Comentários

A RENOVA Mídia não se responsabiliza pelo conteúdo, opiniões e comentários dos visitantes do site. NÃO publique ofensas, discordar não é ofender. Caso encontre algum material com ofensas, denuncie. Lembre-se que ao comentar em nosso portal você concorda com estes Termos de Uso.

Outras Notícias