- PUBLICIDADE -

Macri quer facilitar expulsão de imigrantes presos na Argentina

Macri quer facilitar expulsão de imigrantes presos na Argentina
- PUBLICIDADE -

O ano eleitoral na Argentina começa com um debate acalorado sobre a questão da segurança.

O governo, cujo pré-candidato é o próprio presidente Mauricio Macri, quer implementar um processo mais rápido de expulsão do país de todos os estrangeiros que tenham cometido delitos na Argentina ou que estejam respondendo a um processo.

A legislação já havia sido aprovada pelo presidente argentino por decreto em 2017, mas agora está em fase de regulamentação e terá de ser enviada ao Congresso.

Entidades de direitos humanos e a oposição liderada pela ex-presidente Cristina Kirchner questionam a legalidade ante a Constituição devido a alguns de seus artigos.

O debate voltou a ganhar forças após as primeiras pesquisas mostrarem que a segurança continua sendo a principal preocupação dos argentinos, que vão às urnas em outubro, informa o jornal Valor Econômico.

A atual ministra de Segurança, Patricia Bullrich, é quem está por trás da redação final da lei, que permitirá uma “rápida expulsão daqueles que cometem delito”.

As chances de projeto passar são grandes. A proposta de Macri conta com o apoio, além da ala governista do Congresso, dos peronistas de direita.

“É preciso expulsar a chutes os estrangeiros que delinquem”, afirmou o líder do Senado, o peronista Miguel Pichetto.

PUBLICIDADE
- PUBLICIDADE -

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -