Português  English  Español  Italiano  Français  Deutsch
Português  English  Español  Italiano  Français  Deutsch

Macron cede à pressão dos sindicatos na França

Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia
Macron questiona vários pontos do acordo UE-Mercosul

França cede a sindicatos e retira aumento de idade mínima da Previdência, mas pede acordo equilibrado.

O governo da França “retirou provisoriamente”, neste sábado (11), uma medida que previa aumentar a idade mínima para aposentadoria de 62 para 64 anos.

A proposta era a mais controversa da proposta de reforma da Previdência apresentada pela equipe do presidente Emmanuel Macron.

Em carta dirigida aos sindicatos, um dia após protestos com milhares de presentes por todo o país, o primeiro-ministro Edouard Philippe afirmou:

“O compromisso que ofereço me parece a melhor forma de reformar pacificamente nosso sistema de aposentadorias.”

Philippe condicionou a retirada definitiva da medida a um acordo sobre “o equilíbrio e o financiamento das aposentadorias” durante uma reunião prevista com sindicatos e organizações de patronais. 

Caso contrário, disse, o governo “adotará por decreto as medidas necessárias para alcançar o equilíbrio até 2027”, informa o jornal Folha de S.Paulo.

Compartilhe

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email