Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Macron denunciado no Tribunal Penal Internacional

Macron denunciado no Tribunal Penal Internacional
COMPARTILHE

“Pessoas estão sendo perseguidas, agredidas e mutiladas. É inaceitável”, disse a advogada que denunciou o presidente da França ao TPI.

O presidente da França, Emmanuel Macron, e seu ministro do Interior, Christophe Castaner, foram denunciados no Tribunal Penal Internacional (TPI) por supostos crimes contra a humanidade cometidos pela polícia francesa contra os “coletes amarelos” em manifestações.

Após entregar a denúncia, nesta terça-feira (11), a advogada Sophia Albert Salmeron declarou:

“As forças da ordem cometeram crimes de perseguição contra o movimento dos ‘coletes amarelos’ porque o governo deu a ordem.”

O documento, de mais de 100 páginas, contém os testemunhos de pessoas feridas nas manifestações em Paris, entre outras cidades, e pede à promotoria do TPI que abra um expediente preliminar contra a França.

Segundo Salmeron, cerca de mil pessoas sofreram ferimentos nas manifestações, alguns causados por armas utilizadas por agentes antidistúrbios franceses.

“Estamos vendo como a cada fim de semana homens, mulheres, crianças e inclusive pessoas incapacitadas são agredidas pela polícia”, criticou a advogada.

“Pessoas estão sendo perseguidas, agredidas e mutiladas. É inaceitável”, acrescentou Salmeron, para quem a maioria dos manifestantes detidos nos protestos “foram presos sem motivo”, informa o site UOL.

PUBLICIDADE

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Comentários_

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião da RenovaMídia.

Ao comentar você concorda com nossos termos de uso e política de privacidade.

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE