Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Macron discute com policiais de Israel em Jerusalém

Tarciso Morais

Tarciso Morais

Macron discute com policiais de Israel em Jerusalém
Imagem: Reprodução/RT
COMPARTILHE

Macron atravessou a Cidade Velha de Jerusalém, conversando com lojistas e fazendo uma parada na Igreja do Santo Sepulcro.

Emmanuel Macron, presidente da França, levantou a voz, nesta quarta-feira (22), com policiais de Israel.

Os oficiais israelenses que faziam a segurança de Macron durante sua visita à Cidade Velha de Jerusalém quiseram acompanhá-lo na igreja de Santa Ana de Jerusalém.

O tempo religioso é uma propriedade da França localizada em território israelense.

Macron começou a gritar, dizendo que a igreja pertence à França e que os seguranças israelenses não entrariam.

Falando em inglês, Macron gritou para um policial que estava à sua frente:

“Não gosto do que você fez na minha frente. Por favor, vá para fora, ninguém tem que provocar ninguém, entendido?”

Segundo o jornal Folha, o mandatário francês continuou:

“Ficamos calmos, tivemos um ótimo passeio, vocês fizeram um ótimo trabalho na cidade e eu aprecio isso, mas por favor respeitem as regras estabelecidas há séculos, elas não vão mudar comigo, eu posso dizer isso. Aqui é a França e todos sabem as regas.”

A igreja de Santa Ana, construída no século 12, foi um presente dos otomanos para o imperador Napoleão 3º em 1856. O país ainda é dono de outros três territórios em Jerusalém.

- PUBLICIDADE -
TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram